Dimensional Battlefield RPG

Um RPG de Yugioh!


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Kurokage Keita, o fracassado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Kurokage Keita, o fracassado em Ter Mar 31, 2015 10:54 pm

Nome: Kurokage Keita
Nick in-game: -Synchro- Kurokage Keita
Idade: 16
Aparência: Cabelo bagunçado e verde, olheiras enormes, um cachecol preto em seu pescoço, e uma camiseta regata branca, carrega uma mochila nas costas, com o disco de duelo, deck e acessórios para duelo dele, calça jeans e uma longa luva que pega o seu braço inteiro apenas deixando os dedos de fora, para ajudar a pegar as cartas. (depois eu desenho ele)
------------------História-----------------
Meu nome é Kurokage Keita, e pela sociedade eu sou descrito como "fracassado", porém o que define o termo "fracassado"? Se eu zero um jogo ou termino de ver um anime, eu tecnicamente obtive sucesso no que eu fiz, então não posso ser tachdo de "fracassado".
Eu tenho nojo do mundo real, as pessoas dão títulos e rótulos umas às outras, com o intuito de se auto vangloriar, mostrar pra si mesma que é melhor do que as outras pessoas, isso me enoja, por que temos que ter rótulos? Por que eu sou tachado de "fracassado", "NEET" ou até mesmo o que eu mais odeio, "Otaku"?
Eu não sei o que fiz de mal para a sociedade, mas eu vou me vingar, ou não, não tenho coragem nem mesmo pra declarar meu amor à menina que eu gosto, como eu iria me vingar da sociedade, que é tão vasta e poderosa?
Eu ando encolhido, eu tenho medo e sou inseguro, mesmo sabendo que não sou um fracassado, eu odeio as outras pessoas, e a apenas uma menina já me interessou, isso me torna um "fracassado no mundo real", aliás, qual a diferença entre o mundo real e o virtual? Ambos estão conectados e querendo ou não nós do mundo real gostamos do mundo virtual, por mais que falemos mal dele, eu mesmo não gostava disso, eu costumava ser uma criança alegre, como todas as outras, hoje em dia eu passo o dia inteiro vendo animes ou jogando, tudo devido ao meu pai, que me traiu e traiu minha família, que me trocou por uma vadia qualquer...
Porém um dia, minha vida mudou, estava navegando na internet, como sempre, e me deparei com um email:
"Caro Kurokage-sama, o que acha de ideia de finalmente ter sua vingança contra a sociedade? Finalmente ter a vingança contra esses seres imundos e traíras que se chamam de humanos? Nós podemos te ajudar"
"O que diabos é isso?" eu pensava, porém sem exitar respondi com sinceridade, afinal, por que mentir?
"Ia ser realmente demais, porém não há um jeito de me vingar de um conceito tão extenso e forte como a sociedade"
De repente uma luz brilha, e eu ouço uma voz, porém não era como uma voz humana, era algo mais robótico, porém com sentimentos, eu sentia que aquilo era uma frase pura, uma frase sem malicia, de seres que realmente me entendiam...
"Então nós, "morphtronics", iremos ajudar você nessa vingança"
...
...
...
Acordo no chão do meu quarto, está difícil abrir os olhos... Quando consigo me levantar me deparo com robozinhos, pequenos, porém eles pareciam... hm... rudes...
-Ei, idiota humano, não vai se levantar?- perguntou um pequeno robô em formato de celular
-O que diabos aconteceu?
-Ontem você claramente fez um pacto com a gente, idiota - dizia um outro robozinho, mas esse tinha formato de microscópio.
-Mas o que vocês são?
-Nós somos suas cartas de Duel Monsters ou você é burro e não notou até agora que está segurando um baralho de Duel Monsters?
-Duel.. Monsters? Aquele jogo mainstream que todo mundo joga?
-Esse mesmo, e você terá que nos usar para jogar esse jogo, não posso te dar muitas iformações, mas algo de ruim está para acontecer com esse mundo, nós estávamos te observando por um longo tempo, NEET-sama, essa é a melhor das oportunidades para ambos nos vingarmos da humanidade - disse o robozinho com forma de lanterna, não sério, ta chato descrever os robozinhos- então, podemos ir logo?
-Só tem um probleminha...
-O que foi agora, NEET-sama?
-Primeiro, parem de me chamar de "NEET-sama" eu tenho nome, segundo, eu nunca joguei Duel Monsters, nunca gostei de jogos de carta.
-Ué, NEET-chan, você não é aquele que não gosta de ser chamado de "fracassado"? Te daremos duas horas para aprender todas as regras do jogo e a usar o nosso deck, então, até daqui a pouco.
" 'NEET-chan', malditos robozinhos espertos, eu não disse nada sobre 'NEET-chan', mas porque diabos eu tenho que fazer isso? Ah que se foda, não custa nada também, já tenho um deck em mãos, por que não?" e assim eu fui aprender a jogar esse tal de "Duel Monsters".
Um dia depois, eu decorei cada uma das regras, importantes ou não, eu sabia a maioria das rulings do jogo, desde inherent summon e exnherent summon até miss timing, então estava na hora de eu testar minhas habilidades.
-DUEL!!!
-DUEL!!!
Eu escolhi deixar meu oponente começar, pela vantagem de eu poder atacar no segundo turno e ter uma carta a mais, já que eu não uso traps eu não preciso ir em primeiro pra me proteger.
-Eu ativo "Resoning"- obviamente eu não ia ficar que nem um tonto falando o efeito de uma carta que muita gente conhece, LMAO.
-Então eu escolho nivel 4.
Eu escavei apenas duas cartas e lá estava, a chave pro meu deck, "Morphtronic Celfon", usei o efeito dele, e o combo foi indo, summonei o librarian, armades, formula e assim ia, até que eu declarei:
-LIMIT OVER ACCEL SYNCHRO, APAREÇA, SHOOTING QUASAR DRAGON!!!
Bom, provavelmente vocês devem achar que eu parei o combo por ai OTK, porém estão errados.
-Eu ativo: "Junk Box" e invoco especialmente meu Celfon do cemitério. Então ativo o efeito do Celfon, e invoco Scopen. Ativando o efeito do Scopen eu invoco outro Celfon da minha mão, e uso seu efeito para invocar Smartfon, assim eu uso o Scopen e meus dois Celfon como material de synchro para invocar ally of justice catastor.
E agora sim eu terminei meu combo.
-Vá, ataque, meu Quasar.
E assim eu ganhei meu primeiro duelo, agora eu entendo porque Duel Monsters é tão popular, realmente é divertido, no papel é pura estratégia, porém jogar é muito divertido, duelar é demais, uma sensação incrivel derrotar seu oponente, principalmente quando você pode derrotar seu oponente em um só turno, é demais!
E eu duelava, mais e mais, e continuo duelando, até que o "algo ruim que estava por vir" chegou, Genesis, um evento que reuniu as todas as dimensões, mal eu sabia que além da synchro summon existiam a xyz summon, a fusion summon, a ritual summon, e a tribute summon, afinal, eu sou um novato quando o assunto era Duel Monsters, e a pior das summons, na minha opinião, a pendulum summon, sério, isso é ridículo, só atrasa o deck, a não ser que seja um arquétipo que seja exclusivo de pendulums.
Bom, esse foi um pedacinho da minha história, um dia quem sabe eu conte mais para vocês, normalfags, mas por enquanto é isso, e que todo o azar da dead hand esteja com você, seu fracassado.

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum