Dimensional Battlefield RPG

Um RPG de Yugioh!


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Alfafa - um ser humano especial (assim como todos os outros)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Alfafa - um ser humano especial (assim como todos os outros)

Nome: Ninguém se importa
Nick in-game: Não sei ainda
Idade: 20...21... algo por ai
Aparência:
Deck:Necloth

História

É uma história verdadeira, aconteceu com um amigo de um amigo meu... er... ou não né... sei lá. Pois bem, Alfafa (off: não, não é o Alfafa dos Batutinhas) era filho único de um casal um tanto "incomum" pra sua época. Seu pai, Eletromagnetoclinicopatamegalético, era um usuário da invocação synchro, enquanto sua mãe, Filomena, era usuária (off: usando esse termo parece até que to falando de drogado... wtf) da invocação do tipo fusão. Ambos vivem na chamada "dimensão standard" (considerada a dimensão "original") pois já eram casados mesmo antes da divisão dimensional (off: que aliás ta lá na história principal do rpg, e puta mal explicada por sinal ;p) e decidiram que uma rixa tão insignificante jamais iria separar um do outro.


Os pais de Alfafa eram pesquisadores renomados na área de desenvolvimento e tecnologia de "Monstros de duelo" (nome dado ao jogo que tomou proporções tão grandes que passou a ser usado até mesmo para resolver disputas ou coisas mais sérias... off: Sério isso? Uma me**a de um joguinho de cartinha usado pra resolver tretas sérias? Pqp daqui a pouco estaremos vendo povo jogar joguinho de carta em motocicletas... oh my god...). Além de suas pesquisas particulares, ambos trabalhavam para a instituição mais renomada da região, conhecida pelo nome de LDS (off: e sim é a merda da LDS do anime mesmo, f***-se não tenho criatividade u.u) chefiada pelo maior duelista da "dimensão standard" Akaba Reiji. Graças a isso, Alfafa pode estudar desde cedo na LDS, escolhendo se especializar em synchro. O problema é que ele era péssimo duelista, e por mais esforço que fizesse, progredia a passos lentos, bem lentos (off: "coitado" dele... pena q foda-se, ninguém mandou ser noob, hu3 hu3 hu3). Utilizava um deck de Ice Barrier, mas nunca conseguiu ajustar bem seu deck apesar de possuir boas cartas (off: Boas cartas? Ctz q estamos falando de Ice Barrier mesmo?). Essa série de fatores fez com que Alfafa desisti-se de estudar na LDS, fazendo com que, obviamente, seus pais ficassem bastantes preocupados com ele.


Com a intenção de ao menos alegrar seu filho, Eletromagne...(off: não vou falar o nome dele inteiro de novo... não mesmo...) e Filomena levaram seu filho retard... para ver uma de suas descobertas. Chegando no local, uma caverna em um território basicamente tomado por gelo (sobre o qual não vou me dar ao trabalho de falar), o garoto não pareceu mais animado, pelo menos até seus pais lhe explicar exatamente do que se tratava. Eletromag... e Filomena haviam descoberto um dos efeitos colaterais da distorção dimensional usada para criar dimensões paralelas, que no caso foi o surgimento de "um novo poder" (off: q expressão cancer q tive q usar... mas ok tudo pelo bem dessa história de m***a). Os pais de Alfafa mostraram a ele algo que não parecia fazer muito sentido, cartas azuis, que indicavam ser monstros de ritual (tipo de invocação especial mais antiga já catalogada em pesquisas), mas com imagens q lhe pareciam familiares, até demais. Eram imagens de humanos vestindo armaduras que se assemelhavam a seus dragões da Ice Barrier, outros pareciam semelhantes a Fableds... todos arquetipos synchro! Um fenômenos jamais visto antes. (off: mais frases de impacto retardadas).


Após pegar as cartas, que foram chamadas de Necloths, Alfafa, mais confiante, duelou com seu pai. Mesmo com seu deck de Six Samurai (off: que está fudido até hje pq a bosta da konami não libera aquela bosta de gateway pro tcg... pqp bando de fd...) Eletromag... conseguiu derrotar relativamente fácil Alfafa (que usava as novas cartas). Mesmo assim, Alfafa estava motivado, e seguiu jogando alguns duelos com seu pai. Depois de perder 15 vezes seguidas (off: noob é foda, pqp) foram descansar.


Ficar sabendo das novas cartas, despertou o interesse de ninguém menos que Akaba Reiji, que se ofereceu para treinar pessoalmente o retard... digo Alfafa, já q isso poderia lhe ser útil em... (off: nem vou falar agora, leia até o final hu3).

Passado algum tempo, Alfafa finalmente conseguira alguns resultados mais relevantes, embora ainda estivesse longe do ideal. Mesmo sabendo disso, Akaba Reiji decide tentar recrutá-lo para um grupo especial que visava proteger sua dimensão de uma futura invasão, que o mesmo já havia previsto a tempos. Um tanto chocado com o fato, Alfafa decide recusar, mas Reiji não o força a mudar de ideia, e as coisas continuam caminhando para um rumo inevitável (off: mais frases de impacto retardadas... pqp ta foda).

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum